sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Capítulo 46: Falta Dele

Acordei com o som do despertador, eram sete da manhã. Eu havia esquecido que era domingo, meu dia de folga, gostaria de ter dormido até mais tarde...
Escancarei as janelas como fazia toda manhã, deixei o sol entrar aquecendo e iluminando o quarto.
Me troquei, e fui ao banheiro, escovei os dentes, lavei o rosto e penteei os cabelos, com um pouco de maquiagem tentei disfarçar as olheiras, não obtive muito resultado.
Pensei em ter algum barulho na cozinha e desci as escadas, Vovó estava de pé recostada no balcão preparando o café.
"Bom dia Vovó." - puxei uma cadeira e me sentei junto a mesa.
"Bom dia querida...dormiu bem?"
"Sim..."
Ajudei-a a colocar a mesa nos sentamos para tomar café. Ela bebericava lentamente o seu café quente quando me surpreendeu:
"Desde quando você e Michael não se falam?"
Minha garganta se fechou e eu fiz força para conseguir responder indiferentemente:
"Desde que...terminamos."
Ela balançou a chícara e me olhou seriamente:
"E quando pretende falar com ele?"
Não respondi nada, ela se levantou caminhou alguns instantes em volta da mesa e virou-se novamente para mim:
"Eu não aguento mais isso, vocês precisam conversar...Eu não devia fazer isso mas não tenho opção, todas as semanas, no horário em que você está trabalhando, ele vem aqui e conversa horas comigo, pergunta de você, fala em você, na verdade ele só pensa em você! Ele estava falando a verdade, ele te ama e você só está machucando-o e machucando a si mesma..."
"Por que não me disse isso antes?" - perguntei trêmula.
"Porque ele pediu pra que eu não dissesse nada mas eu não aguentava mais vê-lo daquele jeito, e também não aguentava ver você desse jeito, alguém precisava fazer alguma coisa não é?" - seguiu-se uma longa pausa - "Você o ama não é?"
"Ah Vovó, sinto tanto a falta dele..." - confessei debruçando-me sobre a mesa.
Ela parou e me abraçou:
"Eu sei, vá falar com ele..."





Um comentário:

Alinne disse...

espero que ela diga q o ama, corra para seus braços e o beije com doçura e saudade pelo tempo q ficaram longe, rsrs!
Obg pelo o seu comentário e a sua visita :)
beeijão