terça-feira, 17 de agosto de 2010

Capítulo 27: Razão x Emoção

Percebi que teria dificuldades para explicar o por que, Michael ergueu o olhar até encontrar os meus e repetiu:
"Não..."
Aflita tentei concertar o erro:
"Michael, quer dizer, não acho que seja o melhor momento...entende? Você não acha que é cedo demais pra se pensar nisso?"
"Eu não sei você, mas eu tenho certeza dos meus sentimentos, e claro, respeito suas opiniões, só que eu queria deixar claro que já me decidi, é com você que quero viver, é ao seu lado que quero passar todos os meus dias..."
"Michael, eu não sei se você vai acreditar, mas eu te amo! Amo muito, pode ter certeza disso. Mas acho que preciso de mais tempo, um pouco mais de tempo pra me decidir..."
"Quanto tempo?" - ele me perguntou ainda olhando diretamente em meus olhos.
"Eu não sei..." - me levantei, eu sei que não era o que ele queria, mas estava me sentindo pressionada - "Não perca seu tempo comigo, quer dizer, há tantas garotas por ai, bonitas, inteligentes, não que eu não seja, mas, sou tão indecisa em tudo, sou tão complicada, não perca seu tempo, eu não mereço você, de verdade..."
Caminhei em direção á sala, Michael me seguiu:
"Não diga isso, e eu não ligo pra quem você acha que é, se ficar com você significa perder tempo, eu quero perder tempo!" - ele parou na minha frente - "Eu espero você ter certeza, porque eu tenho certeza de que você gosta de mim!"
Eram as palavras que restavam para que eu entrasse em um mundo de indecisões. E a maior delas: Sim ou Não? Razão ou Emoção?
Eu estava completamente partida ao meio, a Sra. Razão, me dizia não, me dizia que não era o certo, que era muito cedo pra compromissos maiores, me dizia que eu deveria esquecê-lo, e que ele iria me esquecer. Por outro lado, a Sra. Emoção, gritava sim! Me implorava para eu aceitar a proposta, me dizia que fomos feitos um pro outro, que éramos duas peças de um quebra-cabeça que se encaixavam, e que ele já era grande parte da minha vida, e que não teria razão pra eu negar.
Toda aquela aquela agitação em meus pensamentos me deixava angustiada, eu queria dizer algo, mas eu não era capaz de pronunciar uma única palavra, uma única frase de que tinha certeza.
"Me dê um tempo pra pensar?" - foi a única coisa que pude dizer.
"Sim, o tempo que quiser, mas me responda."
Assenti com a cabeça e subi para o meu quarto, me sentia como uma adolescente de 15 anos que não sabia o que fazer da vida, e sinceramente eu estava assim.
Eu queria aceitar, mas pensando por outro lado, tudo havia acontecido rápido demais, será mesmo possível?
Em uma pancada só as coisas mudaram muito em minha vida, e pra completar, teria de encontrar a tal de Antonietta. Eu não me sentia emocionalmente equilibrada, embora não estivesse chorando, tudo estava muito confuso...

9 comentários:

Tamy Shiside disse...

own q fof a parte "é com você que quero viver, é ao seu lado que quero passar todos os meus dias..."
brigada por me visitar ^^
bj

Gideany Maiara disse...

ooobg *-------* que bom que gostou (:

beeijos♥

http://baiiuka.blogspot.com/

blognaville disse...

Olá, já estou seguindo seu Blog! Segue o meu também? Confira os post e me diga o que você achou! E Parabéns pelo seu Blog =)

http://guilhermenaville.blogspot.com/

Princesa Moderna! disse...

to viciada :D
beijos flor

Laláh disse...

Oiie..mto legal o seu blog.
Tô seguindo tá?
Vai lá no meu tbm???

http://fofoqueiradeplanto.blogspot.com

Caroll disse...

Adoreii seu blog !
Tôo seguindo ...segue e comenta no meu tb ;)
http://blogdaacaroll.blogspot.com/

brigada bjss

Alinne disse...

a que lindo esse capitulo, mistura de sentimentos, tentando encontrar o melhor caminho para amar, adorei, beeijo flor

Amanda Z. disse...

oooh floor, como sempre voc arrasando né? (:
adoro demais os textos que voc posta aqui ^^ lindo!

obrigada pela visita.
beijos.
http://diariodelooks.blogspot.com

Paula *-* disse...

Seu blog éh liindo flor.! amei a hist *-* to seguindo já ;D

Se der, da uma passadinha no meu?!

http://gossipbloog.blogspot.com/