quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Capítulo 48: Não saiu como o planejado

Enquanto corria podia sentir meu coração se acelerando a cada minuto, eu rezava para que Michael estivesse em casa.
A noite estava um pouco fria e o vento batia gélido em meu rosto. Por sorte, as ruas estavam vazias, não havia nenhum carro transitando nas ruas.
Comecei a ensaiar mentalmente o que eu iria dizer. As idéias voavam pela minha mente mas eu não conseguia fixar nenhuma delas.
Eu estava acima de tudo, envergonhada. Envergonhada pelas atitudes que tomara um mês antes, infelizmente as suas consequências foram as piores imagináveis.
Eu estava me machucando, eu estava machucando Michael.
Porém, esse seria o último dia de nossa tristeza, dali a alguns minutos, assim eu esperava, estaríamos juntos novamente, eu o envolveria em meus braços e diria o quanto eu o amo.


A mais ou menos um quarteirão da casa de Michael, eu avistei um carro saindo de uma garagem. Apertei o passo mas já era tarde, percebi a silhueta inconfundível de Michael, dentro do carro preparando-se para sair. Corri a fim de alcançá-lo e chamei-o algumas vezes, mas o carro já se afastava ganhando velocidade. Parei na frente da casa dele e me sentei na calçada. Cheguei tão perto! - pensei.
Resolvi esperar, pelo que conheço Michael ele não sairia a altas horas, e se saiu voltaria logo, afinal eram quase meia noite e Michael não era de farras noturnas.
Esperei tanto que decidi voltar para a casa.


Quase na metade do caminho, escutei passos atrás de mim e logo a frente um carro preto se aproximava vagarosamente. Instintivamente, abaixei a cabeça e me apressei a caminhar mais rápido, os passos se aceleraram e braços fortes seguraram-me pelo meu casaco, me debati inutilmente, os braços eram fortes como barras de ferro, o carro se aproximou e o vidro se abaixou, Jhon sorriu para mim:
"Ora ora, o que faz fora de casa a essa hora?"
Dizem que o medo te ajuda a raciocinar com mais rapidez e faz com que seus instintos fiquem mais aguçados. 
Virei meus braços para trás e me livrei do casaco que ficou nas mãos do homem e saí correndo, preparei a minha garganta para gritar por alguém, inspirei e juntei todas as minhas forças e gritei por socorro. Não havia ninguém por perto, ninguém ouviu.
Agora eu escutava rápidas passadas em minha direção e o barulho do carro. Logicamente eles estavam se aproximando mas eu estava assustada demais para olhar para trás.
Uma luz se acendeu em minha mete e eu conclui que não teria chances fugindo deles, mas se me escondesse poderia despistá-los.
Fiz uma curva seca em uma esquina a direita e logo depois virei a esquerda. Tirei meus sapatos ignorando a dor dos meus pés ao se chocarem contra as pedrinhas do asfalto. Passei perto de uma fila de carros estacionada bem próxima a calçada, me escondi atrás do maior carro.
O homem e o carro logo chegaram e percebi que estavam em silêncio, eles murmuravam algo mais eu não conseguia entender.
Foi então que escutei uma música alta e estridente, e senti a vibração inconfundível de meu celular no bolso de minha calça.
Droga!
O homem que estava a pé riu:
"Ei! Mas que bela dica não? Eu sei onde você está, vou encontrá-la pode ter certeza disso."
Encurralada pensei então em um último truque. Movimentei-me atrás dos carros e joguei o celular bem a frente. Escutei uma rápida corrida até ele depois disparei ao lado contrário. Ainda mais apavorada pelo pânico olhei para trás e vi o homem a pé correndo aos tropeços em minha direção e o carro passando em minha frente cercando-me. Parei bruscamente e virei-me para trás mas já era tarde. O homem me segurou pelos braços e encostou o cano de uma arma em minhas costas, sua voz soou fria e me provocou arrepios:
"Se prometer ficar bem quieta e caminhar até aquele carro, prometo não machucá-la. Entendeu?"
Parei imediatamente de me debater e fiquei em silêncio. Mais uma vez ele sussurrou em meu ouvido:
"Boa garota."
Ele me conduziu até dentro do carro. Foi aí que vi Jhon e Antonietta me esperando.

6 comentários:

Henar disse...

This is beautiful, fantastic blog
xx

Henar
...OH MY VOGUE!

quesyyah disse...

Melhor Capítulo! Passei pra divulgar O 'Liquidando Estilo' que está tendo no meu blog passa lá,e le a postagem! PARTICIPA Se quiser DIVULGA!

http://garotasing.blogspot.com/

Alinne disse...

Ahhh Mel Deus, eu perdi muitos capitulos, quem é John??
culpa do Michael q saiuu em vez de olhar pro retrovisor e ve q ela tava la gritando correndo atras dele =/

p.s: O Garota Estranha, ficara desativado,não sei quando eu volto, obg pela sua visita *-*,
e não deixe de conhecer o blog
Anymore Fashion
http://anymore-fashion.blogspot.com

beeijão

Nina disse...

Olá! Vim dizer que fiz um blog. Estava pensando em fazer há algum tempo. O que acha de visitar e dar sua opinião sobre o que achou dele. Criei o blog recentemente, mas tô cheia de ideias para levá-lo adiante. Se gostar e querer seguir fique à vontade! Mil beijinhos! Já estou seguindo seu blog viu? Adorei!

http://portal-girl.blogspot.com/

Nina disse...

Obrigada Amoree! Tomara mesmo que faça sucesso!

Se quiser seguir fique à vontade!

Bjos

Amanda Z. disse...

Como sempre, lindo texto! (:

Beijos.
http://diariodelooks.blogspot.com/